Ações da Epidemiologia para reservas positivas de água da população

SAÚDE - 19Desde setembro deste ano o Governo do Estado de Pernambuco não está fornecendo o larvicida cujo veneno é usado nos reservatórios de água para combater as larvas do Aedes aegypti. Hoje (12), acompanhamos no centro da cidade e no Loteamento Abraão Veloso, agentes epidemiológicos visitando as casas da população prestando esclarecimentos.

A solução emergencial nas casas em que cisternas e demais reservatórios de água contém larvas é usar água sanitária ou cloro diluídos. Para isso, a Vigilância Epidemiológica está encaminhando os 13 agentes de endemias desde o fim de setembro – quando começou a escassez do remédio – para que oriente as pessoas sobre a quantidade de cloro de acordo com a quantidade de água assim como indica o Ministério da Saúde. (LEIA A TABELA)

As condições socioambientais são favoráveis à expansão da doença, associado a um período sem chuvas. Por isso, a equipe lembra a população que deve deixar as cisternas, tambores, vasos, e etc bem fechados. O ofício circular da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco (nº 13/2015) informa que é um problema geral a falta de inseticidas para o controle de vetores a serem repassados aos municípios, reconhecendo o número insuficiente. No entanto, assim como atestado no ofício, Lajedo e os demais municípios aguardam o envio dos insumos para que o trabalho dos agentes de epidemiologia e o controle da dengue volte ao ciclo normal.

Lembrando, que as visitas casa por casa, permanecem, uma vez que os nossos agentes continuam esclarecendo e contando com a contribuição da consciência da população que deve manter os locais limpos, depósitos vedados, não armazenar água suja e todas as medidas de comum conhecimento.

Cada agente cobriu sua área, correspondente a mil casas a cada 2 a 3 meses. “O Brasil todo está sofrendo com a falta desse veneno. Não só o município. Por enquanto, nós estamos orientando para que não apareçam as larvas e a solução emergencial para se aparecer é esta”, disse a agente Ana Paula Silva do Nascimento.

Qualquer dúvida, a equipe da Vigilância Epidemiológica está disposta a receber a população no horário de funcionamento das 7h às 13h na sede em frente à Secretaria Municipal de Saúde no bairro do Socorro.

Clique aqui e veja mais fotos.

Prefeitura de Lajedo,
Mudando para Melhor

Gostou? Então compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo
Skip to content