Treinamento sobre doenças causadas pelo Aedes Aegypti: como notificar e prevenir

SAÚDE - 26A Secretaria Municipal de Saúde através da Vigilância Epidemiológica convidou todos os enfermeiros e médicos atuantes em Lajedo para participar de um treinamento sobre as doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti. As palestras que tiveram participação de técnicas da V Geres, aconteceram nesta manhã de sexta-feira (11) no auditório do IPSEL.

O foco é como notificar e prevenir a Dengue, a Chikungunya e a Zyka. Para isso, de antemão, o secretário de saúde Eduardo Medeiros avisou que está tramitando junto ao Ministério Público uma forma de utilizar em Lajedo drones para ajudar a identificar locais de proliferação do mosquito ou das larvas. “Já fizemos testes e é impressionante a contribuição dessa ferramenta para locais que infelizmente o agente de saúde não tem acesso”, explicou o secretário.

Integrando as palestras, o farmacêutico Elias Quintino destacou que as informações sobre as evoluções da doença é uma questão de intervenção social, portanto Política Social. Diante do exposto, explicou como a patologia é um problema de saúde pública causada pelo vetor que pode estar presente na água limpa e parada. Foi explanado também os conhecidos sintomas, a diferenciação da Dengue, Zika e Chikungunya e o tratamento não-específico. Destacou-se os sintomas da Zyka como: febre, cefaleia, manchas vermelhas, dor nas costas e sintomas respiratórios.

“Não se justificam os casos, e não se tem certeza de nada. No momento o que se tem a fazer é evitar”, resumiu a coordenadora da Epidemiologia, Aline Álice. Ela ainda contou que na Casa de Parto de Lajedo foi feito um levantamento de 60 prontuários para verificar suspeitas de casos de microcefalias. Se notificados, com apoio da V Geres, são encaminhados para o IMIP.

Enviadas pela V Geres ( Gerência Regional de Saúde), as técnicas enfatizaram como serem feitas as notificações e exames das doenças para as enfermeiras responsáveis pelos postos de saúde. Lembrando que os exames são feitos dependendo dos dias dos sintomas, a exemplo da Zyka, cujo exame é realizado até o 3º dia.

Por fim, os órgãos organizadores do treinamento, ressaltaram a importância das notificações, uma vez que 60 municípios em Pernambuco receberão apoio do Exército Brasileiro que selecionará aqueles que possuem maior número de notificações. E Lajedo não está entre eles. Mas a enfermeira e coordenadora da Vigilância Epidemiológica informou ainda que no Hospital Municipal também será feito um levantamento para verificação de possíveis casos.

Clique aqui e veja mais fotos.

Prefeitura de Lajedo,
Mudando para Melhor

Gostou? Então compartilhe com seus amigos:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *