PROGRAMA “CUIDADOS FARMACÊUTICOS” DA CAF LAJEDO REALIZA ATENDIMENTO DOMICILIAR

IMG-20160607-WA0012

A CAF de Lajedo está fazendo atendimento em domicílio. Hoje (07) os atendimentos foram iniciados pela equipe de farmacêuticas da Central de Abastecimento Farmacêutico através da Secretaria de Saúde. A iniciativa partiu de um evento realizado na CAF onde pacientes diariamente buscam medicamentos, havendo a necessidade de atendimento aprofundado no próprio paciente e não somente no medicamento. 

O programa funciona com consultas e acompanhamento da terapia farmacológica. “A primeira consulta dura em torno de 1 hora, e através dela, fazemos a avaliação farmacoterapêutica do paciente. Levantamos informações, por exemplo, do número de medicamentos em uso e se há alguma reação adversa ao mesmo. Informações importantes para o acompanhamento de sua farmacoterapia”, diz. Carla Melo, farmacêutica e diretora da Assistência farmacêutica do município. 

Em domicílio, as farmacêuticas realizarão serviços farmacêuticos como aferição de pressão arterial e temperatura corporal, aplicação de injetáveis, e medição de glicemia capilar. “Verificamos reação adversa e o motivo da não adesão ao tratamento, elaborando um perfil farmacoterapêutico individualizado para cada paciente, e através desse atendimento, queremos que o paciente cuide do seu bem-estar”, pontua. 

Os profissionais descrevem ainda que esse cuidado vai muito além da farmácia, com base nos pacientes atendidos. “A troca é muito intensa. O relacionamento é muito mais que uma consulta. Já aconteceu de pacientes desabafarem sobre problemas pessoais devido à confiança na relação estabelecida. O que contribui para o seu bem-estar. É na prestação de serviços em domicílio que o farmacêutico encontra satisfação em contribuir na melhoria da qualidade de vida desse paciente”, relata. 

Como resposta à primeira consulta realizada na CAF os profissionais levaram um material elaborado como indicador dos locais de aplicação de insulina para auxiliar os pacientes na hora da aplicação e ainda uma tabela explicativa com todos os horários e as medicações que devem ser administradas de acordo com a terapia de cada um. ‘’ A medicação por si só se não houver a adesão do paciente não tomando na hora correta, de forma correta, não irá causar o efeito esperado e muito pelo contrário, causam danos a saúde desses pacientes’’ lembra a farmacêutica Maryanne Monteiro. 

A CAF está também fazendo com que esses pacientes entendam a importância de uma alimentação correta e a prática de exercício físico no controle da diabetes e hipertensão através de parcerias com outros profissionais de saúde. ‘’ É o conjunto de ações adequadas que vai dar a melhoria ao paciente, desde à informação correta até o acesso ao medicamento, por isso é importante esse contato, além dos profissionais a família chegar junto para o paciente ter uma melhor qualidade de vida“, enfatiza a farmacêutica. 

 

VEJA MAIS FOTOS AQUI.

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *