Arrastão de combate à dengue na Dom. Pedro II e Sta. Teresa

SAÚDE - 38Mais uma vez o Arrastão de combate à dengue mobilizou agentes de endemias, saúde e garis para minimizar e até sanar os focos do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika. A ação une os serviços da Secretaria Municipal de Saúde e Obras. Nesta quinta-feira (21), as equipes foram até a Rua Dom Pedro II e Santa Teresa.

Colocar o larvicida nas cisternas, caixas d’água e demais reservatórios de água são deveres dos agentes de endemias. Recolher o lixo das ruas é dever dos garis e margaridas. Entretanto, esses deveres estão sendo ampliados através do Arrastão que designa uma comunidade ou rua por semana para que sejam recolhidos materiais dos quintais das casas que possibilitem a propagação do mosquito Aedes Aegypti.

“É dever do agente epidemiológico colocar o veneno na água, e é dever do gari recolher o lixo. Assim também, é dever do cidadão manter seu quintal livre do mosquito”, frisou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Aline Álice. Lembrando que as visitas são um complemento do trabalho diário dos agentes de endemias, aproveitando-se, portanto, de denúncias também, como no caso da Rua Major Capitú feita na semana passada.

O cidadão que necessitar dos serviços ou quiser denunciar algum foco de larvas ou mosquitos, deve procurar a sede da Vigilância Epidemiológica que fica em frente à Secretaria de Saúde, na Rua Dom Pedro II, S/N, ou pelo telefone 3773- 4727.

Clique aqui e veja mais fotos.

Prefeitura de Lajedo,
Mudando para Melhor

Gostou? Então compartilhe com seus amigos:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *